www.fprm.com.br
  Federação Paranaense de Motociclismo
Fone: (41) 3267-5330
Horário das 13h às 18h
 

Fotos
Home
Galeria de imagens
Nova pagina 1

Federação

A Federação Paranaense de Motociclismo vai completar em novembro 26 anos de existência, num misto de queda e glória, mas sempre marcado por muita luta e trabalho a favor dos pilotos e do motociclismo no estado. Nos anos seguintes a sua fundação a FPrM esteve no auge, época que muitos chamam de ouro do motociclismo paranaense. Após os anos 90, passou por uma fase de declínio, e agora a atual diretoria por cinco anos consecutivos consegue se manter em primeiro lugar no ranking das Federações.


Em 2008 segundo enquête feita pelo site Mundo Cross foi considerado o melhor Campeonato do Brasil, os itens avaliados foram, estrutura, numero de pilotos, nível técnico, organização etc...  
 

Antes da FPrM, existia o Conselho Técnico de Motociclismo, órgão filiado a Federação Desportiva Paranaense. Segundo Luiz Carlos Boeing, primeiro Presidente da FPrM, o desejo de fundar a Federação era antigo, mas os pilotos não tinham nem idéia de como começar. Com o número crescente de pilotos e de competições se fez necessário a sua criação. 
 

No dia 04 de Novembro de 1982, durante a tão esperada reunião nas instalações da Savana Veículos, os aficionados pelo motociclismo, devidamente representados pelo Moto Clube de Londrina, Moto Trail Clube de Curitiba, Moto Clube de União da Vitória e extintos Moto Clube de Campo Largo e Arapongas Moto Cross Clube, juntamente com o Martinho Nobre Presidente da Federação Desportiva Paranaense, fundaram a Federação Paranaense de Motociclismo. 
 

Após várias discussões, foi eleito como presidente o Sr. Luiz Carlos Boeing, pai dos pilotos Luiz C. Junior e Guilherme Boeing. O estatuto foi elaborado com ajuda de Martinho Nobre, nos padrões da lei desportiva em vigor na época. O Presidente da Confederação Brasileira de Motociclismo, Elói Gogliano, sempre esteve prestigiando e apoiando. No domingo seguinte a FPrM realizou a primeira prova oficial na cidade de Arapongas que dava inicio ao Campeonato Paranaense de Motocross, devidamente homologado pela CBM. 
 

A FPrM, no início de sua existência, filiou mais de 50 Motos Clubes e criou o maior número de pistas no estado. "Cada Moto Clube tinha sua pista e os campeonatos foram realizados com ajuda de Luiz Felipe Campelo, grande conhecedor do esporte e de sua legislação, sendo um dos responsáveis pelo alto nível das provas", conta Boeing. A Federação premiava até o 10º colocado, com troféus e valores em dinheiro, e os Moto Clubes hospedavam os pilotos e equipes nos melhores hotéis da cidade. "Muitas vezes a FPrM forneceu transporte para motos (caminhão) e pilotos (ônibus)", ressalta ainda Boeing. 
 

As primeiras importações de motos feitas no Brasil, de forma legalizada, foram feitas através da FPrM. "O ministro do Esporte e da Educação, Manoel Tubino, pessoalmente liberava as importações, após aprovar a lista de pedido dos pilotos e as guias de importação, as motos chegavam há cinco meses ao Brasil livre de impostos", relembram Boeing. As importações foram feitas até 1991, e as demais federações do Brasil passaram a seguir os passos da paranaense, para efetuar suas importações. Graças as poderosas máquinas importadas, Curitiba e Londrina foram sedes de espetaculares provas do Campeonato Brasileiro e do Torneio Hollywood. 
 

A antiga pista do Capanema, em Curitiba, foi aclamada pelos pilotos como a mais moderna do Brasil, tendo sida indicada para o Mundial que acabou sendo realizada em Belo Horizonte. 
 

Luiz Boeing, lembra que os Trail Clubes, principalmente o de Curitiba, entendam-se Carlos Tenório (Carlão), tiveram participação fundamental no sucesso da Federação, sempre dispostos a colaborar em todas as etapas do campeonato de motocross e realizando provas de Enduro de alto nível. 
 

As competições realizadas no Paraná, sempre tiveram presença surpreendente de pilotos e público, mesmo nas épocas em que a FPrM passava por dificuldades financeiras e administrativas. O Paraná foi ao longo dos anos sede de importantes competições, Rio Negro, Curitiba e Campo Magro sediavam etapas do Brasileiro, Enduro das Cachoeiras e Enduro da Madrugada, fazem parte do circuito brasileiro de Enduro. A pista de Supercross do Marumby Expo Center, por três anos consecutivos recebeu etapas do Skol Supercross. Em 2006 foi realizada uma etapa do campeonato Brasileiro de Motocross, era um sonho de a atual diretoria trazer o motocross nacional para a capital, mas infelizmente o tamanho do terreno não oferece condições para uma pista de motocross, mas tudo deu certo no ano de 2007 quando renasce o Supercross, realizado pela Dunas, a prova foi considerada a melhor da temporada e retorna em 2008.    
 

Dentre os pilotos que se destacaram nestes 26 anos podemos lembrar de Gilberto Camargo, Anilton Ximenez (Faísca), Pai-Héroi, Cabeção, Nicolas Bassan (Véio), Nivanor Bernardi, Ubiratan Rios, Boeinguinho, Valter Pfefer, Marcos Usso, Polaco Preto, Cassius Fernandes, Cidalgo Chinasso Filho, Paulo Stedille, Eduardo Saçaki, entre outros nomes.


Agora temos uma geração nova de grandes pilotos, Leandro Silva, Jean Ramos, Rafael Faria, Kurtt Rocha, Kristofer Florenzano, Adrian Cantero, Kaian Teixeira, Endrews Armstrong, Eduardo Rudnick,os irmãos Cláudio e Clecio Hirt, Luciano Weber, Antony Komacheusk, Fabio Peason, entre outros nomes.  
 

Foram 26 anos de realizações, e o melhor de tudo é constatar que existem muitos pilotos da "turma da naftalina", participando ainda do esporte, seja competindo ou fora das pistas, torcendo por seus amigos, sobrinhos, netos ou filhos. Assistir a uma prova de motociclismo, por onde passam as velhas raposas da Over e a garotada de mini-motos, é muito gratificante, pois traz a certeza de que esse esporte é bom demais. Quem entra não que mais sair...

 

Galeria dos Presidentes


Luiz Carlos Boeing
82/84 e 85/86 - 1º presidente

Sergio Geraldo Palhares em 1987
Gelson Matzenbacher em 87/88
José Dantas Melo em 89/90 e 91/92
Jorge Ferreira Cardoso em 93/94
Marlon Olsen em 95/96
Ney Roberto Correa em 97/98


Gilberto Rosa
Atual presidente

Emblemas da FPRM



O design de Sergio Izidoro, diz ao fundo uma Bandeira da Federação, o Pinheiro em Verde simbolizando o Estado do Paraná, e logo abaixo do Pinheiro as Motos de Cross e Velocidade. Este é o símbolo oficial da FPrM.



Este com um design moderno vem sendo utilizado para adesivos, bandeiras, toda parte de marketing da federação, é como se fosse a marca fantasia da Federação. E agora no ano de 2004 foi aprovada em assembléia e introduzida no estatuto como logo oficial.

Notícias 2007 a 2010


Rua Irmãs Paulinas, 5043 - Fone: (41) 3267-5330 - CEP 81020-230 - Novo Mundo - Curitiba - Paraná

Copyright - Federação Paranaense de Motociclismo - Todos os direitos reservados

Filiada à